Galinhada (mineira, uai!)

01 setembro, 2015
Apesar de ser mineira a galinhada nunca fez parte do cardápio da minha família. Eu havia experimentado uma única vez antes de vir para São Paulo, mas nada que tivesse me marcado profundamente. Foi na escola que aprendi esse prato e soube da sua tradição em Minas (para a minha surpresa!), apesar da sua origem ser disputada também por Goiás.
Bom, a receita e simples e ganhou o meu coração. Para quem adora frango, como eu, é um prato cheio, ainda mais pela praticidade de ser preparado em uma panela só.

Com vocês, a galinhada que aprendi com o Chef Paulo Miani - com algumas adaptações.

Galinhada
(para duas porções)

Para a marinada:

- 3 dentes de alho
- Suco de 1/2 limão
- Azeite; quanto baste
- Cheiro verde a gosto
- Sal e pimenta do reino

Para a galinhada:

- 350 g de frango em pedaços (gosto de coxa e sobrecoxa)
- Azeite; quanto baste
- 1/2 colher de chá de açúcar
- 1 tomate maduro 
- 1/2 cebola
- 2 dentes de alho
- Salsinha a gosto
- 1 folhas de louro
- 500 ml de água ou caldo de frango (fica bem mais gostoso)
- 140 g de arroz agulhinha

Modo de fazer:

Lave os pedaços de frango e seque bem. Em um vasilha coloque os dentes de alho amassados, o suco de limão, o cheiro verde picado grosseiramente e tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Distribua os pedaços de frango e regue com o azeite, o suficiente para envolver todos eles. Deixe marinar na geladeira por 30 minutos.

Retire o frango da geladeira e limpe todos os pedaços retirando o cheiro verde e o alho que possam estar grudadinhos na pele - isso evita que eles se queimem na panela antes do frango dourar. Seque* todos os pedaços com papel toalha. 

*Essa dica serve para todas as carnes: seque bem antes de colocar na panela, pois evita  o acúmulo de água e elas douram mais rapidamente.

Aqueça o azeite em uma panela de fundo grosso e sele os pedaços de frango até ficarem bem dourados. E é para dourar mesmo, tá? O mais gostoso é deixar o gostinho de tostado no fundo na panela, então aproveite! Acrescente o açúcar, a cebola e o alho picadinhos e refogue. Vire os tomates picados em cubinhos e cozinhe por mais alguns minutos. Acrescente o arroz, que não precisa ser lavado, refogue e adicione o caldo de frango quente. Mergulhe a folha de louro e deixe levantar fervura. Abaixe o fogo, deixe a panela entreaberta e cozinhe até o arroz ficar cozido, mas "al dente". Caso seja necessário, acrescente mais líquido durante o cozimento. Acerte os temperos e finalize com a salsinha picadinha.
Quem fizer deixe um recadinho pra mim. Eu adoro!!
Beijos,
Camila

Nenhum comentário

Postar um comentário