Lasanha de cogumelos

04 outubro, 2015
O tempo em SP muitas vezes me confunde. O sol aparece lindo pela manhã e à tarde já dá lugar ao vento frio - e ai de quem não saiu com um casaquinho. O tempo mudou, a chuva chegou, o vento me animou, e ainda por cima é domingo. Pronto, todos os motivos para preparar uma massa! 

Essa massa é caseira, feita com ovo caipira. Eu sei o quanto é complicado ensinar o preparo de uma massa fresca, feita em casa, simplesmente escrevendo a receita. Além dos ingredientes, a técnica é o mais importante, e fui aprender isso na escola. Pesquisando encontrei uma explicação bem legal no blog da minha conterrânea - cujo blog adoro - a Marina Maria do "Sal de Bolinha". Lá, ela mostra um passo a passo bem didático para quem quiser se aventurar. Vale a pena!

A tarefa é fácil, mas um pouco trabalhosa. O prazer de preparar no domingo é que conto com a ajuda do Davi para me ajudar com a bagunça. Ele adora (tentar) abrir a massa com o rolo e girar a manivela da máquina de macarrão. Uma farra boa, e espero que inesquecível.



 Lasanha de cogumelos

- 6 folhas de lasanha fresca
- 500 g de cogumelos (shimeji e paris)
- 2 colheres (sopa) de azeite
- 2 dentes de alho
- 2 colheres (sopa) de conhaque
- ramos de tomilho
- 200 g de ricota fresca
- 50 g de queijo parmesão ou meia cura ralado
- Sal e pimenta do reino

Limpe os cogumelos com um pano ou papel toalha úmido. Por absorverem muita água eles não podem ser lavados, tá? Fatie os cogumelos paris e solte as hastes do shimeji.

Aqueça o azeite em uma frigideira larga, refogue o alho picadinho e acrescente os cogumelos. Deixe em fogo alto até ficarem tenros - eles soltarão muita água. Assim que a água secar retire a frigideira do fogo e acrescente o conhaque. Incline a frigideira sobre a chama e flambe os cogumelos. Essa técnica significa "cozinhar direto na chama", o que confere um sabor suave da bebida ao prato.

Desligue o fogo, acrescente algumas folhinhas de tomilho e reserve.

Para o molho branco:

- 400 ml de leite integral
- 1/2 cebola
- 1 folha de louro
- 1 cravo
- 40 g de farinha de trigo
- 40 g de manteiga
- Sal
- Noz moscada

Prepare a cebola piqué -  coloque a folha de louro sobre a base da cebola e espete com o cravo. Aqueça o leite com a cebola piqué para saborizar

Coloque a manteiga em uma panela e espere derreter. Acrescente a farinha de trigo peneirada aos poucos e cozinhe até engrossar (aprox. 2 minutos). O nome dessa técnica, que é a base do molho bechamel, é "roux". Ele é um espessante para engrossar molhos e esse processo evita que a farinha forme grumos quando em contato com o líquido.

Assim que engrossar acrescente o leite aos poucos (descarte a cebola). Mexa com um fouet enquanto vira o restante do leite, devagar. Aumente o fogo e mexa até o molho ferver e engrossar. Tempere com sal e noz moscada a gosto.

Para a montagem:

Forre uma assadeira com um pouco de molho branco e coloque a massa da lasanha. Vire por cima parte do molho de cogumelos, a ricota esmigalhada e mais molho branco. Repita esse processo até preencher toda a assadeira. Finalize a última camada com molho branco e queijo ralado. Leve ao forno preaquecido a 180 graus até dourar.

Retire a lasanha do forno e espere uns minutinhos antes de servir, isso ajuda a dar mais consistência para a massa antes de servir. Finalize com azeite e folhas de tomilho.

Boa refeição!



Nenhum comentário

Postar um comentário