Bolo mesclado


Deixei o desânimo de lado e fui bater um bolo que leva claras em neve. Sim, morro de preguiça! Na verdade sempre modifico o método de preparo para facilitar a minha vida no dia a dia, mas hoje não resisti. Primeiro porque estava sentindo falta de escrever por aqui, segundo porque não tinha compartilhado nenhuma receita com claras separadas.

Outro desafio foi acrescentar o amido de milho na massa. Eu tenho as minhas ressalvas com relação a dois ingredientes na confeitaria: amido e gelatina. Pode parecer bobagem, mas em raríssimos casos gosto de preparações que levam um desses dois espessantes. 

Balancear uma receita de bolo não é tarefa fácil. Para esse bolinho simples modifiquei a receita seis vezes, ou seja, fiz seis bolos na minha casa até gostar do resultado. Aumenta manteiga, açúcar, leite, amido, ovos...reduz manteiga, açúcar, leite, amido, ovos...até chegar.  

Atendendo a pedidos anotei tudo em gramas e em medidas caseiras, mas lembre-se...receita certa é receita em gramas. As medidas pequenas mantenho em colheres (chá, sopa...) porque nem toda balança pesa pouca quantidade. Medida padrão aqui é fundamental. Mão na massa!!



Bolo mesclado

300 g de açúcar refinado / 1 xícara de chá
200 g de manteiga sem sal (ponto pomada)
115 g de claras e 55 g de gemas / 3 ovos médios separados claras e gemas   
225 g de farinha de trigo / 1 1/2 xícara de chá
35 g de amido de milho / 1/3 xícara de chá
2 colheres de chá de fermento em pó
1/4 colher chá de sal
180 g de leite integral (temperatura ambiente)
2 colheres de chá de cacau em pó
raspas de 1 laranja

Preaqueça o forno a 175 graus.

Unte com manteiga e polvilhe com farinha de trigo uma forma redonda de furo no meio de aproximadamente 23 cm de diâmetro. Para formas muito trabalhadas use desmoldante.

Peneire e misture a farinha, o amido, o fermento e o sal.

Separe as claras das gemas.

Na batedeira bata (4 a 5 minutos) a manteiga com o açúcar até obter um creme claro e fofo. 

Acrescente as gemas e misture apenas para incorporar.

Bata as claras até obter picos firmes. As claras precisam estar brilhantes e úmidas. Bater demais faz com que fiquem quebradiças e secas. Reserve.

Usando uma espátula alterne a adição dos secos (farinha,amido,fermento e sal) com o líquido (leite). Esse processo é rápido, ok? Use a batedeira desde que a velocidade seja baixa.

Vire 1/3 das claras na massa e mexa bem. Essa etapa serve para deixar a massa mais leve para receber o restante das claras em neve.

Acrescente o restante das claras em neve e agregue com cuidado para não perder o ar incorporado.

Separe 1/3 da massa e acrescente o cacau em pó peneirado. No restante da massa coloque as raspas da laranja. Você pode fazer sem as raspas se quiser.

Usando uma colher grande alterne a adição das duas massas na forma preparada. Com um palito faça movimentos a fim de misturá-las levemente. 

Leve ao forno preaquecido por aproximadamente 35 minutos. 

Desenforme o bolo quando a forma estiver morninha, nunca quente! 

Beijos e até a próxima.

P.S: depois volte aqui para me contar se gostou! :-)

Comentários

  1. OI Camila, receita maravilhosa!! ficou super fofinho!Só que a parte de chocolate ficou super clarinha, parece capuccino... só p confirmar, são colheres de chá de cacau ? os meus bolos feitos na forma da Nordic sempre saem com a camada de fora bem escura, você sabe pq? obrigada por compartilhar, bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá Camila! sou super admiradora dos seus bolos, são lindos, perfeitos, únicos... Me tira essa dúvida, se 300 g de açúcar é 1 xícara de chá,
    225 g de farinha de trigo é 1 1/2 xícara de chá? 225 g é menos que 300 g, e em xícara está medindo mais.
    É o que está na receita acima!
    Fiquei confusa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o peso de 2 xícaras. Agora fics a dúvida se considerarmos o peso ou o medidor.

      Excluir

Postar um comentário